sábado, 17 de fevereiro de 2018

A PARADA DOS KEBABS

— Mano, por que tem kebabs no meu armário?
— Não sei, Frank. Tem muitos?
— AVEÃO! TEM UMA PORRADA DELES.
— Não precisa gritar, cara. O que foi?
— Na gaveta também colocaram. Filhos da mãe! Se eu pego os cretinos...
— Chama o novo supervisor, Frank. Isso vai dar problema.
— Sr. Youssef? Bom dia. Olhe aqui, espalharam kebabs no meu cubículo!
— Eu saber, sr. Minoro. Sr. Youssef quem pôs.
— Ah! Muito obrigado, senhor. Vou colocar todos numa quentinha. Levar pra família...
— Foi o que ler na Facebook da Mark Whalberg, uma diálogo de funcionário com kebabs na armário logo pela manhã. E eu falar não precisa gritar, cara.
— Você? Não foi meu colega de trabalho do outro lado do tapume?
— Eu estar disfarçada de terceira personagem, sr. Minoro. E não temos tapume. Aqui... Pronto... Viu? Sr. Youssef tirar o tapume. Sem colega.
— Então, Frank? Resolveu a parada dos kebabs?
— Resolvi mais ou menos. Fiz uma quentinha com eles e coloquei Hot Rolls no armário e na gaveta, malignamente.
— Mermão, pra quê uma parada dessa?
— O sr. Minoro vai chegar daqui a pouco no turno dele, vai ficar doido.
— Frank, vão desconfiar do supervisor. Tipo, como se ele fosse um quarto personagem, que pode ou não, ser o sr. Frank Minoro. Troca essa parada por kebabs e com certeza o sr. Youssef vai assumir.
— AVEÃO! Essa ideia tá fechada. Vou compartilhar no Facebook.
— Espera! Bota o tapume de volta.
— Já é, Sidney.

Lojão do MAÇO


(QUANDO VOCÊ COMEÇA O NEGÓCIO)


Maço de Capim Cidreira 7,00
Maço de Citronela 10,00
Maço Salsinha 2,00
Maço Ceboiolinha: 2,00
Maço Temperos Diversos: 4,00
Maço Hortaliças (div.) 2,00 > 7,00
Maço de Baralho (Nac.) 6,00 > 17,50
Maço Baralho (Importado) 15,00 > 145,00
Maço de Cigarro (Todas as marcas) 4,5 > 14,00
Papel ao maço : a partir de 1,5
Maço de Jornal: 25,00 (3Kg)
Maço de Notas Antigas 10,00 > 980,00


(SEIS MESES DEPOIS)


Maço de Citronela 16,00
Maço Salsinha 3,50
Maço Ceblinha: 3,00
Maço Temperos Diversos: 2,99
Maço Hortaliças (div.) 1,99 > 5,97
Maço de Cigarro (Todas as marcas) 5,00 > 18,00


(1 ANO)


Maço de Cigarro (Todas as marcas) 9,00 > 22,00
PRATO FEITO: 8,90
MARMITA COMPLETA: 14,50
MAÇO DE PEITO DE FRANGO CONGELADO: 12,80 Kg
XEROX 0,5
PASSO O PONTO (TRATAR AKI)

.

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

O GUIA TURÍSTICO ESPIRITUAL PARA RECÉM FALECIDOS (trecho)


A ÚNICA IGREJA DO INFERNO
Construída em 800 d.C. por um grupo de anjos chamado Querubins (hoje extintos), devido a crescente demanda dos arrependidos pecadores por um lugar celeste. Lágrimas de piedade foam a matéria prima para a enorme nave estilo gótica e com toques futuristas (TVs de 50 polegadas, ultra HD). Curiosidade: No céu* (pop.) não há igrejas. 

COMENDO SEM LIMITES COM GRANDES CHEFS
Restaurante boêmio divertidíssimo que te programa mentalmente para não ter estômago. Tem gente que passa meses lá dentro. Somos regados a bons drinks e muita gordura. Jesus Cristo está sentado em todas as mesas. Programa 5 estrelas. 

VINTE MINUTOS DE PAPO COM QUALQUER PESSOA
Quer perguntar algo pra alguém famoso? Quer conversar com uma figura histórica? Qualquer um pode, desde que tenha uma pergunta razoável. Arcanjo Gabriel decide, toda quarta feira. Agende com antecedência! 

MUSEU FAKE DA REENCARNAÇÃO
Não existe reencarnação. Mas Deus achou tão genial o conceito que abriu um museu com todas as possíveis vidas de cada pessoa do planeta. Não perca esse tour por nada. 

JANELA DO FUTURO (HOSTESS SIDARTA GAUTAMA)
No melhor estilo bola de cristal, Sidarta nos conduz pela linha do tempo da Terra sem destino certo, ao mesmo tempo em que narra os acontecimentos com seu hilário Stand Up Comedy Style. 

NOSSOS PRIMOS EXTRATERRESTRES
Sala de bate papo virtual com o céu* (pop.) de outros planetas. Tradução em tempo real. Ficarão abismados. Monitor: Lázaro.

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Trocados deslocados

Por que no dia de São João o Papa ofereceu milhões de Euros para o time do Barcelona?

ELE QUERMESSE!



Why did Cthulhu abandon everything and go make beads on the beach?

Because he Lovecraft!

Por que o canibal cobriu a mulher de queijo ao meio dia?

Ele ia muçarela!


Por que depois de fatiar a mortadela o atendente da padaria pediu um cobertor?


Ele estava com frios!

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Alimento



 

"Onde está? " Onde está?

"Através da cedro, após a grande rocha." Através do cedro, após a grande rocha.  

"Sim!" Sim!  


Os braços de cristal aumentaram o brilho e, esticados para o alto, reverberaram. Dedos cinza e escamosos tocaram-se, formando um triângulo.

 "Está Pronto." Está pronto.



 Encostado no limo da rocha, Jocelim deslizou trêmulo até o chão de folhas secas. A imensidão de um frio súbito lhe esvaiu o restante de força que acumulou durante a madrugada. Tateou seu casaco e apertou o rádio comunicador. Estática. Mudou o canal. Clicou.

― Pai? Eles chegaram. Leste, na pedra do tamanduá.

Ruído. Uma aurora verde neon cresceu na copa das árvores. Uma acauã gritou três vezes antes de sumir na vegetação.

― Pai?

Mudou o canal. Clicou. Estática.

De dentro da rocha a mão cinza brotou e lentamente uma perna translúcida e venosa surgiu. Jocelim encolheu-se a poucos centímetros daquilo que trespassava o limo.

" Controle. Captura." Controle. Captura.  


O jovem esfregou o rosto. De pé na rocha, outra criatura, como um farol, despontando com os braços rijos pra cima, emanando a luz verde neon.  Transpondo a pedra totalmente, um duplo, sem luz, apenas os braços de cristal. Ambos com a face azul achatada, buracos negros encimando o nariz pontiagudo.  

― Carlão, pai, pelo amor de Deus! ― O comunicador vazou por entre os dedos de Jocelim, sumindo nas folhas do terreno. Seus pés patinaram na argila.

Cercaram-no. Os cabelos de Jocelim caíram rapidamente, a sobrancelha rareou. Pela face suada colaram-se todos os fios descendentes. A criatura inclinou o tronco. Estendeu a mão esquerda no topo da cabeça e um pequeno cubo de metal materializou-se girando no ar.

 

  "Seu fim"


 
A voz polifônica agonizou os tímpanos de Jocelim. Uma bala rasgou com estrépito a cocha gelatinosa daquela ameaçadora presença, desequilibrando-a. De três pontos partiram mais tiros, triangulados, varando os corpos. Aquele que iluminava a floresta tombou sobre a grande rocha. Nos braços de seu par, alçou o cubo flutuante. Um facho de energia subiu do objeto até a copa das arvores e um forte zumbido ecoou.

― Agora, Vardo! Enfia a faca!

Dois homens encharcados em suor acompanharam Vardo. Suas espingardas tremiam. Um deles pegou Jocelim no colo.

― Ele está chamando a nave! Acaba logo com esse bicho.

Um dos homens cortou os dedos afunilados daquele que segurava o cubo e este caiu no chão, afundando imediatamente. Uma espaçonave imensa acendeu no céu e os homens apontaram suas armas.

― Vamos cortar no barracão?

― Separa as cabeças, pelo menos, Carlão.

"Aniquilaremos, caçaremos, vamos... "


O som tormentoso da voz invadiu a mente de todos. Sebastião, o terceiro homem, arregalou olhos amarelados e raivosos para o extraterrestre. Encostou o cano da arma numa das cavidades negras do horrível rosto e atirou. Toda a iluminação apagou-se. Breu na floresta.

― CORRA!

Arrastando os extraterrestres, os homens correram por alguns quilômetros até alcançarem uma cabana de lona. Penduraram os dois corpos num varal de arame e sentaram exaustos no chão. Jocelim, debilitado, adormeceu. Os três permaneceram vigilantes pelo restante da madrugada.


...


“Meu pai vende aqui na feira e toda a vizinhança já comeu. Os gringos procuram bastante.”

“Eu não os conheço, são turistas. “

“Quando vamos caçar? Quando vamos, Sebastião?”

“Olha... Daqui um mês mais ou menos.”

“Depende das luzes no céu. Mas você pode ir.”

“Nunca veio reportagem aqui. É bom mesmo você vir.”  

“Eu acho que eles vêm aqui pra caça nóis!”

“Abizi, abudi; Como que fala?”

“Abduzir, pai.”

“É. Parece que eles querem levar a gente.”

“Eles não sabem ― Risos ― Mas é a gente que rasga o bucho.”

“Eu luto pra não comer essa coisa, que é o nosso sustento financeiro. Mas é gostoso. A gente sabe.”

“Quase tudo nós aproveitamos. Só os braços de pedra que enterramos.”

“O meu menino tá com câncer e foi essa parte do ET que adoeceu ele. Pode tê certeza. Mas não tem arrependimento em casa. Pra caçar tem que ir todo mundo. Não é, Carlão?”

“Eu mesmo só como a boca. Carnuda que dá gosto. Parece uma buceta, é verdade. Uma bucetinha azul com gosto de limão. Com gosto de limão, imagina”.



quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

TOP 05 YOUTUBERS BRASILEIROS PARA 2018:


PELIFE TONE, antagonista de um famoso youtuber. Vai tratar da vida alheia com um tom satânico, cheio de parafernálias esotéricas e maquilagens grotescas.

MC SAÍDA LIVRE DA PRISÃO, vai começar o ano upando 40 vídeos sobre orgias políticas.

CÍNTIA K, DESIGNER SOCIAL, ela pega estereótipos, os normaliza e reintroduz no universo do Timbalada. 

TDUEDPV TV, um canal dedicado a destruir a literatura brasileira. Todo dia vai ter um escritor diferente passando vergonha em powerpoint.

CUNORMAL, descolado empresário com pintura facial tribal dedica-se a desmistificar o retorno das pregas após serem dilatadas, em diversas situações, desde foda governamental até o bom e velho, papai é mamãe.

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

O problema do consertador de panela de pressão


(ㆆ▃ㆆ)
Senhora, tá difícil. Ninguém vem na feira consertar panela de pressão, não mais!
┐(´-`)┌
Mais do que ontem ou menos que o tanto quanto possível amanhã?
(ㆆ▃ㆆ)
Sem horizontes.
┐(´-`)┌
Qual o caso, rapaz?
(ㆆ▃ㆆ)
Inventaram panela de pressão a zíper!
┐(´-`)┌
Cê brinca?
(ㆆ▃ㆆ)
Sério!
┐(´-`)┌
E, pois?
(ㆆ▃ㆆ)
Pois que não sei consertar fecho de zíper.
┐(´-`)┌
Não deve ser do pior.
(ㆆ▃ㆆ)
Mas não sei, não entendo como...
┐(´-`)┌
Como o quê?
(ㆆ▃ㆆ)
Como não escapa a fumaça nas reentrâncias.
┐(´-`)┌
Olha, acende uma das panelas.
(ㆆ▃ㆆ)
Por onde eu começo?
┐(´-`)┌
Tome, isso é um Zipo.
(ㆆ▃ㆆ)
Ah, é um Zipo?
┐(´-`)┌
É um Zipo.
(ㆆ▃ㆆ)
Ah, Dona Hermínia, complicou-me a vida...

***
(ㆆ▃ㆆ)  Eu não sei nada sobre zíperes!