segunda-feira, 14 de maio de 2018

Brasilianidades


  • 55 moedas juntas, no centro-oeste, são chamadas de Acopla Carteira.  
  • Em Manaus, há o Mini Passo, quando um curioso se aproxima, mas não tanto, de uma ocorrência policial na rua.
  • Os cariocas não consideram que foi um bom ano se não encontrarem pelo menos um fio de cabelo enroscado no miolo do cacetinho. (!) 
  • Em Belo Horizonte, restam poucas pessoas que mantém a tradição de enterrar o pé esquerdo no acém. 
  • Na Avenida Paulista, em São Paulo, é costume caminhar assobiando a besuntada na cebola branca.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

CENAS DE TERROR OBSERVADAS DE LONGE


I
Da sacada do apto, pelo binóculos, o senhor Mero assistia a partida da tradicional Corrida de São Silvestre. Após os três primeiros pelotões, ele tremeu todo o corpo, incluso o foco do binóculos, quando notou uma sereia rasgando com um facão a carne de sua própria cauda, dividindo-se ao meio com uma expressão de dor extrema. Os demais atletas amadores desviavam apavorados. A sereia começou a correr, manca e espasmódica, com o apoio de suas recém feitas "pernas" de cauda. Ele acompanhou até onde pode o rastro de sangue. Do quarto andar, o senhor mero sentiu o cheiro forte de maresia. 

I I
Na feira de antiguidades, Leonora estava entusiasmada com as variadas opções que as barraquinhas dispunham. Muito detalhista, ela encostava as coisas bem perto do rosto para notar as nuances. Mesmo em concentração, algo a atraia de canto de olho. No fim de um dos corredores, um garoto, não mais que 8 anos, parecia pegar algo repetidas vezes da barraca em sua frente. O que mais incomodou Leonora, era o fato de que ele parecia levar até a boca, seja lá o que estivesse pegando. Ela parou o que estava fazendo e olhou francamente em direção a criança. Imediatamente o garoto abocanhou e engoliu um pequena xícara. Boquiaberta, ela apressou-se em ir até ele. O garoto assustou-se e começou a vomitar diversos objetos de antiguidade. Leonora não soube o que fazer, e seu passo vacilou. Preferiu dar meia volta quando ele passou a vomitar compulsivamente dedos amputados com anéis de brilhante. Correu em direção a rua enquanto um aglomerado balburdiava em torno da cena. Notou que lhe faltava a aliança com diamantes!

I I I
Henrique e Rita passavam mais tempo em sua casa no campo do que na cidade grande. Tentando fugir do stress urbano, faziam de tudo para acostumarem-se com a calmaria local. A única coisa que os impedia de desfrutar de alguns dias 100% offline, era o sistema de câmeras de segurança que instalaram na casa da cidade. Sábado a meia noite, olharam pelo celular a filmagem em tempo real do portão. Um homem esguio debatia-se contra as grades do lado de fora. Envolto em trapos encardidos, com manchas vermelhas ao longo e com a cabeça completamente enfaixada. Erguia os braços em direção ao quintal. Henrique olhava com medo e curiosidade pelo avanço infrutífero daquele homem ferido. 

Rita tentava contato com o vizinho. Aparentemente, o homem nos trapos conseguiu entrar com metade de seu corpo esguio pelo portão e seu braço agarrava algo na mureta. O ângulo da câmera impedia a visualização, mas Henrique sabia que ali era a caixa de correio. Sem sucesso ao telefone, Rita passou a rezar um Pai Nosso. A criatura parou de se mexer e lentamente recuou. A filmagem começou a travar, e o ultimo quadro que viram foi a mão direita de trapos segurando uma correspondência. Era a conta do condomínio da casa de campo. Alguém bateu na porta da casa. "Seu Henrique, tá todo mundo indo pra porteira. Tem um troço lá." O casal não foi ver o que era.

ALFREDINHO JULIETES, CRIADOR DE FEITIÇOS – COACHING MÁGICO PARA O MILLENNIAL NO AMBIENTE DE KAOS-WORKING


Muito bem, galera, mágica zica. Bem vindos e boa tarde! Tudo na vida precisa de prática, de mão na massa, de trato na argamassa do espaço tempo. Então, ao mesmo tempo em que vocês são ZEN, vocês precisam ser pau pra toda obra. É o conceito de Zenpau. 

O Zenpau não dorme. Ele flutua em conspirações passadas. 
O Zenpau é mais que cheio de opiniões, ele é uma pletora de opiniões. Então, hoje, em modo Zenpau, vou ensinar a construir alguns sistemas mágicos, para que todos possam empreender. 

(**)

A maldição do espelho da madrugada
 

Tem relação ao bem estar antes do despertar. 

Um espelho virado para o céu é uma miríade repetida de estrelas. É o avião voltando de marcha ré, é a raiz crescendo pra cima. Up Stage do Zenpau. Cruze 2 facas por cima do espelho, cole a foto do brother e deixe o som rolar. 


1 espelho bem limpo, 40 por 40
2 facas bonitas
1 foto do seu melhor amigo
1 música do Legião urbana

As palavras do cadáver azul

 

O seu dedo vai voltar ao normal. Confie no Mindgame. Amarre o elástico no dedinho, até ele ficar roxo. Espere uns quarenta minutos e o dedinho vai adquirir uma coloração azul. Desamarre, bote no gelo, grite: Salve Aleluia, e coloque cinquenta reais de moeda em um cofrinho. Sussurre na entrada: Férias! Passe o dedo morto no cofre. Sussurre: Remuneradas. 


1 cofrinho
1 elástico
50 reais em moedas
Gelo

ao contrário. A maldição que é posta

badabim badabum! Prontinho, acabou. LOL. Gire o dedo em sentido anti horário na xícara de chá. Mentalize seu chefe. Mentalize uma aula de educação física na sexta feira, quando a gente vagabundeava no colegial. Marque com uma agulha uma pinta que tu tenha no rosto e queime com fósforo. Espere alguém notar. Quem notar, dê-lhe um soco. Procure um fusca.


Cafus 01
chá de Racaxí 01
lhagua 01
tapin 01
rofofós 01

Mita debus balamis baal tecus aleminas (Invocação)

 

Foco, força, fé e gerenciamento da carreira, tanto no pessoal quanto no profissional. Mete o pé, jovem. Repita o mantra todos os dias, tomando um pingado na padaria. Tem que ser cedinho. Tem que ter disposição. Uma sombra vai crescer por trás de ti, a medida em que o dia avança. É o avanço do sucesso. Mita debus balamis baal tecus aleminas. Tem vários cases de sucesso onde o jovem empregou com sucesso um funkinho massa. Do it! 

 

01 Pingado

A marca do fervor do suor sexual

Punhetinha, siriricazinha, de leve. Crush amigo na cabeça, o de sempre. Logado no Facebook. Suaram? Cumprimentem os colegas. No banheiro do Happy Hour ganha pontos de invocação. Vermes do além vão te guiar para o processo empírico da diretoria. 

 

02 Mãos

terça-feira, 10 de abril de 2018

Factoides sobre as salas de cinema no Brasil que você vai saber que não sabia:


As pipocas cheiram tão bem por que os funcionários são instruídos a borrifar urina com manteiga sobre elas; e geralmente esta urina é coletada no local!

Fazer cocô-protesto na poltrona é mais comum do que imaginamos. 68% das salas passam por esta situação. E quem é pego diz protestar por coisas ímpares, como o fato da tela não ser ultra HD(?)

Falando em tela, 90% das salas de cinema usam lonas de caminhão para a projeção. Elas são cobertas de liquid paper e após cura de 1 ano, utilizadas. 

Projeções em 3D contratam atores e atrizes para, eventualmente, saltarem na frente dos espectadores. Se você nunca passou por isso, espere e verá.

73% dos espectadores aplaudem cenas de grande impacto emocional em filmes infantis. 

98% do público prefere filme dublado pois acham que legendas são sempre o mesmo texto que apenas muda o nome das personagens.